Nosso Site MS A notícia em Angélica a um clique de você

loader
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
Erro na Linha: #32 :: Undefined offset: 0
/home/nossositems/public_html/themes/wc_24hNews/artigo.php
Erro na Linha: #32 :: Undefined offset: 0
/home/nossositems/public_html/themes/wc_24hNews/artigo.php
Chefe do crime organizado da fronteira passa por audiência de custódia em Dourados
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Chefe do crime organizado da fronteira passa por audiência de custódia em Dourados

Edson Barbosa Salinas, de 32 anos, o “Salinas Riguaçu”, passa por audiência de custódia em Dourados nesta terça-feira (21/1). Ele foi preso em Ponta Porã na noite de domingo (19/1) durante briga de trânsito. O local ainda está sendo definido pela Justiça de Mato Grosso do Sul, podendo ocorrer tanto no Fórum quanto na PED (Penitenciária Estadual de Dourados).

Considerado substituto do narcotraficante Sérgio de Arruda Quintiliano Neto, o Minotauro, preso em fevereiro do ano passado, Salinas foi trazido para Dourados devido à vulnerabilidade da fronteira após a fuga em massa de 75 membros da facção PCC (Primeiro Comando da Capital), que estariam encarcerados na Penitenciária Regional de Pedro Juan Caballero. A fuga ocorreu na madrugada de domingo (21/1).

A chegada de Edson foi marcada por um forte esquema de segurança nas imediações da Defron (Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira), na Rua Coronel Ponciano. Ele chegou a bordo de helicóptero da Polícia Militar, com reforço de várias viaturas do SIG (Setor de Investigações Gerais) e Defron. 

Chefe do crime organizado da fronteira passa por audiência de custódia em Dourados

A audiência de custódia nesta tarde é referente à ocorrência de trânsito no domingo. Edson vai responder nos artigos 306 do Código de Trânsito Brasileiro (conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência), 147 do Código Penal (ameaçar alguém, por palavra, escrito ou gesto, ou qualquer outro meio simbólico, de causar-lhe mal injusto e grave) e 16 da Lei n. 10.826/06 (possuir, deter, portar, adquirir, fornecer, receber, ter em depósito, transportar, ceder, ainda que gratuitamente, emprestar, remeter, empregar, manter sob sua guarda ou ocultar arma de fogo, acessório ou munição de uso proibido ou restrito, sem autorização e em desacordo com determinação legal ou regulamentar).

Outros dois envolvidos na ocorrência também responderão pelos mesmos artigos. Eles seguem detidos na Polícia Civil de Ponta Porã. 

Fonte:Dourados News

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para Chefe do crime organizado da fronteira passa por audiência de custódia em Dourados

Enviando Comentário Fechar :/

Artigos Recentes

Notícias da Capital